Identificação

A colheita da uva simboliza o trabalho nas emoções. Durante este mês, observaremos como nosso coração funciona naturalmente. Aqui encontramos alguns dos maiores vazamentos de energia e as raízes de muitos dos nossos padrões habituais. Vamos concentrar o nosso primeiro workshop de setembro em um desses vazamentos, ou seja, “identificação”. Apresentaremos a teoria por trás dessa manifestação e estabeleceremos a base para observá-la na prática.

read more

Os Centros e suas Partes

Neste workshop, revisaremos como os centros inferiores governam nossa psicologia e como eles se dividem em partes (Valetes, Damas e Reis). Assim como cada um de nós nasce com uma mão esquerda ou direita dominante, um olho dominante, uma orelha, um pé, etc. cada um de nós nasce com uma parte do centro dominante. Isso é chamado de centro de gravidade, no sentido de que gravitamos em direção a ele, o usamos mais que outras partes, ou acreditamos mais nos “eu”s por ele gerados.

read more

Atrelando a mente à consciência

“A consciência não é pensamento”, diz Peter Ouspensky. “Você usa o pensamento apenas para dar um empurrão, e então ele começa a se mover nessa direção, e você se torna consciente sem pensar”. Vamos dedicar este workshop para explorar como nosso pensamento pode nos aproximar das margens da consciência e o que pode significar reconstruir nosso pensamento para gerar consciência. Tomando emprestado da analogia hindu do cavalo, da carruagem, do cocheiro e do mestre, como podemos atrelar o cocheiro ao mestre?

read more

Governando o Centro Motor

“O centro motor tem muitas funções úteis e inúteis”, diz Peter Ouspensky. “Achamos que o lado intelectual e emocional é mais importante, mas na verdade a maior parte de nossa vida é controlada pelas mentes instintiva e motora.”

read more

Movimento Mecânico e Consciente

“O centro motor tem muitas funções úteis e inúteis”, diz Peter Ouspensky. “Achamos que o lado intelectual e emocional é mais importante, mas na verdade a maior parte de nossa vida é controlada pelas mentes instintiva e motora.”

read more

Identificação

“A identificação é o obstáculo principal à lembrança de si. Um homem que se identifica é incapaz de lembrar-se de si mesmo. Para lembrar-se de si mesmo é necessário, em primeiro lugar, não se identificar” (George Gurdjieff) Neste encontro usaremos o mito da Tentação de Adão e Eva, narrado no livro de Gênesis, como uma representação da nossa imersão no estado de identificação. Veremos como a perda do paraíso simboliza a perda no homem da consciência.

read more

Qual o seu presente para a consciência?

Perguntaram ao Oupensky: “Todos podem seguir pelo Quarto Caminho?” e ele respondeu: “Não, porque é preciso compreensão e esforços. A pessoa deve estar preparada para fazer esforços”. Neste workshop vamos fazer um paralelo entre os nossos esforços para ficarmos conscientes e os esforços feitos pelos três reis magos para visitarem o recém-nascido Jesus.

read more

Aceitando o Presente

“Ser” sempre requer separar-se da nossa expectativa do momento e aceitar o presente como ele é. Neste workshop nos aprofundamos na natureza desse esforço, sobrepondo-o à história da Hospitalidade de Abraão. “Na verdade, as pessoas têm que sacrificar apenas o que imaginam ter e que, na realidade, elas não têm”, diz George Gurdjieff, “Elas devem sacrificar suas fantasias”.

read more

Centro de gravidade

Continuando o trabalho de abril, usamos a analogia da carruagem, do motorista e dos cavalos para observar os quatro centros inferiores durante o dia; agora é a hora de compartilhar nossas observações e localizar nosso “centro de gravidade”, a parte mais predominante em nossa psicologia. A definição do dicionário de “centro de gravidade” é “um ponto a partir do qual o peso de um corpo ou sistema pode ser considerado para agir”, o que significa que é o ponto a partir do qual é mais fácil mover um objeto. Neste workshop, usaremos nossas próprias observações e a ajuda de nossos amigos para descobrir nosso centro de gravidade, para que possamos nos mover com mais rapidez e eficiência em nosso trabalho.

read more