WhatsApp + 55 (11) 94833-8783


Durante o trabalho de fevereiro, nós experimentamos com o uso dos nossos hábitos mais profundos como combustível para a observação de si. Para isso, precisamos usar a inteligência, ao invés de esforços vigorosos. Quando nosso entendimento de nós mesmos se aprofunda, o mesmo acontece com nossa habilidade de realizar esses esforços inteligentes.

A compreensão é o resultado do crescimento simultâneo do conhecimento e do ser. A exploração do príncipe Sidarta fora de seu castelo representa esse processo, em que o príncipe testemunha por primeira vez coisas novas (ser) e depois recebe a explicação do seu significado do seu cocheiro (conhecimento). Neste tutorial, nós aplicamos este princípio ao trabalho com a negatividade.