WhatsApp + 55 (11) 94833-8783
A Divisão da Atenção

A Divisão da Atenção

Dividindo a atenção principalmente nos momentos de dificuldade, constrangimento, e sofrimento da máquina foi possível transformar estes sentimentos e sensações em consciência e assim mudar minhas atitudes, percebendo que a máquina apenas representa um papel, como em um teatro…

read more
Abril de 2017

Abril de 2017

Nós devemos aplicar uma discriminação semelhante. Estamos em busca do milagroso – não no Egito, Ceilão ou Índia, mas de pé na rua onde vivemos. O presente está confiantemente lá. Cabe a nós estar lá para ele, para usá-lo como um catalisador para a autoconsciência… Tendo formulado metas em torno de nossos hábitos durante janeiro, experimentado com a não-identificação em fevereiro, podado e refinado nosso trabalho durante março, somos naturalmente levados à posição de nos perguntarmos: quais dos nossos esforços realmente funcionam?

read more
Hábitos Desnecessários

Hábitos Desnecessários

Assim como eliminamos objetos inúteis em nossa casa, devemos eliminar os hábitos mecânicos que são radicalmente opostos ao despertar.Dessa maneira, estaremos cortando os galhos que desperdiçam a energia da máquina. Nosso tempo é limitado, e devemos maximizar os esforços durante o tempo que nos resta para conseguir atingir nosso objetivo de Ser.

read more
Março de 2017

Março de 2017

Se você é novo neste ensinamento, agora é a hora de formular uma meta Se você já formulou uma meta em janeiro, agora é a hora de examinar se ela ainda reflete o que você gostaria de colher. Tendo a sua meta em mente, o que você deve podar hoje para garantir uma colheita abundante amanhã?

read more
Compreensão

Compreensão

O esforço não deve ser para mudar, mas para aceitar. Aceitação ao contrário do que pensamos não é algo passivo, mas algo que precisa de esforço. Quanto mais compreensão nós tivermos com relação à máquina, mais capacidade teremos para separar dela e Ser. Se não aceito o que vejo, eu paro de Ver/Ser.

read more
Fevereiro de 2017

Fevereiro de 2017

Os hábitos que nós lidamos neste trabalho não surgiram no mês passado; eles cresceram ao longo dos anos. Descobrimos isso durante janeiro, enquanto trabalhávamos para estabelecer uma meta para 2017. Uma camada de hábito deu lugar a outra. Aqueles que inicialmente pretendiam minimizar a conversa desnecessária descobriram uma atitude de vaidade por trás da sua conversa. Aqueles que inicialmente tinham a meta de interromper a pressa descobriram a necessidade de agradar os outros por trás dela. Nossa formulação da meta começou em torno de hábitos do tamanho de galhos, e através da auto-observação se expandiu para abranger troncos maduros. “E agora o machado está posto na raiz das árvores”, diz João Batista: “Toda árvore, portanto, que não produz bons frutos é cortada e lançada ao fogo”.

read more
Metas e Traço Principal

Metas e Traço Principal

O Quarto Caminho como foi apresentado por G. I. Gurdjieff e P. D. Ouspensky exige verificação, ou seja, ele é diferente dos outros três caminhos tradicionais porque nele não há lugar para a fé. Não devemos acreditar em nada que não possamos verificar, seja o conceito da reencarnação, as características da nossa mecanicidade ou estados superiores de consciência. Isso torna o Quarto Caminho muito prático porque não há nele espaço para especulação ou discussões filosóficas; todos temos o mesmo problema – estamos numa máquina que dorme – e o mesmo objetivo: criar algo separado dessa máquina e assim escapar o sono.

read more
Janeiro de 2017

Janeiro de 2017

Onde você estava um ano atrás, na véspera de 2016? Você estava sozinho? Você estava festejando? Você estava assistindo a um espetáculo de fogos de artifício do balcão da sua cozinha? Onde quer que você estava, 365 dias se passaram e a terra completou um ciclo ao redor do sol. A natureza comemorativa deste marco anual (ou a falta dele para aqueles de nós que o passaram sozinhos) cria memória, de modo que nós podemos prontamente imaginar onde exatamente estávamos um ano atrás e medir a duração do tempo que se passou. Do nosso humilde ponto de vista microcósmico, temos um vislumbre do grande ciclo de um cosmos maior.

read more
E o tempo?

E o tempo?

Respire. Experimente a sensação de eu estou aqui em sua inalação. Mantenha essa sensação durante o pico de saturação. Exale conscientemente. Então mantenha a sensação de eu estou aqui durante o intervalo após a expiração. Sua consciência acaba de estender seu momento psicológico. Esta curta duração de cinco segundos em média, é o tempo de vida dos seus “eus”. Cada respiração traz um novo pensamento para sua mente, ou uma nova repetição de um velho pensamento. Um dia de 17 horas ativas (ou seja, horas fora da cama) contém 1.020 minutos ativos e 12.240 respirações ativas. Uma semana contém 85.680 respirações ativas. Um mês contém 342.720. Teremos tomado 4.467.600 respirações desde o início do ano de 2016 até a sua conclusão em poucos dias – e este é apenas um dos vários anos que terão compreendido nossas vidas. Quando se trata do tempo, medido por nossas respirações, somos todos multimilionários.

read more